Josenir Teixeira - Fundo

Ano novo, vida antiga e problemas velhos! A necessidade da assessoria jurídica especializada e preventiva.

Ano novo, vida antiga e problemas velhos! Nós fazemos um corte na contagem do tempo por conta da aplicação do calendário Gregoriano e iniciamos mentalmente nova etapa com novos projetos, novos objetivos e tudo o mais. Na prática sabemos que de dezembro para janeiro nada muda, pois as situações existentes não se resolvem sozinhas. Precisamos…

ONG Impostos

O enriquecimento de uns em detrimento de outros. O sacrifício das ONGs pelo estado de São Paulo.

O enriquecimento de uns em detrimento de outros. O sacrifício das ONGs pelo estado de São Paulo. O governo do estado de São Paulo fez o óbvio: aumentou impostos e revogou isenções para arrecadar mais, por pacote fiscal do fim de 2020. Alimentos, insumos agrícolas e remédios tiveram o fim da isenção de ICMS e…

Consultoria jurídica e investimento

A pergunta certeira do juiz e o reconhecimento de vínculo de emprego do médico com o hospital

A pergunta certeira do juiz e o reconhecimento de vínculo de emprego do médico com o hospital O juiz do trabalho perguntou ao médico: – Dr. Fulano, o que mudou no seu dia a dia de sexta, quando o senhor era empregado, para segunda-feira, quando o senhor passou a ser pessoa jurídica? Nada, ele respondeu.…

Administradores hospitalares que são competentes, mas possuem prazo de validade em relação aos seus subordinados. Você conhece algum?

Administrador com prazo de validade A acreditação do hospital ocorreu pela dedicação e insistência do administrador e à custa de muita briga para convencer os incrédulos de que era possível. No meio do processo os subordinados fizeram motim e pediram a cabeça dele à diretoria, que mesmo assim o manteve à frente da empreitada. Obtida…

O administrador hospitalar lascado

Funerárias não existiriam sem mortos. Sem doentes não haveria médicos nem hospitais.

Funerárias não existiriam sem mortos. Sem doentes não haveria médicos nem hospitais. Corpos são a matéria-prima das funerárias. Pessoas precisam morrer para que sua atividade seja viável. Pessoas precisam adoecer para que o negócio dos médicos, profissionais da saúde em geral e hospitais seja lucrativo. É do valor pago pelos pacientes e planos de saúde…

A relação (tóxica?) entre as pessoas, os planos de saúde, os hospitais e os médicos.

A relação (tóxica?) entre as pessoas, os planos de saúde, os hospitais e os médicos. Quem vencerá? Ninguém está satisfeito com a relação. O médico, porque recebe pouco pela consulta e procedimentos. O hospital, porque os pacotes e as taxas pelo uso de suas dependências são baratos. Os beneficiários, porque as mensalidades são altas. Os…

Sigilo Prontuário do Paciente

Quando é possível ao médico ou ao hospital processarem o paciente?

Quem fala o que quer é condenado pelo que não quer. Quando é possível ao médico ou ao hospital processarem o paciente? Hospitais e médicos sempre perguntam se é possível processar o paciente que perdeu ação de erro médico movida contra eles. Não, não é possível processar quem te processou e foi vencido se a…

Direito Hospitalar

Faça seguro. Nenhum Conselho pagará a sua condenação. É hipocrisia dele.

Faça seguro. Nenhum Conselho pagará a sua condenação. É hipocrisia dele. Ninguém prega a apólice do seguro no vidro do seu carro. O ladrão não sabe se você tem ou não seguro e não vai roubar ou deixar de roubar por causa disso. Hospitais e médicos não emolduram a apólice do seguro de responsabilidade civil…

O que fazem com Carlos Ghosn é absurdo.

Nunca abra mão da sua privacidade e nem do sigilo das suas informações de saúde.

Nunca abra mão da sua privacidade e nem do sigilo das suas informações de saúde. Nunca. A vítima pode ser você. Por que falamos bastante sobre o sigilo médico (CF e CEM) e a proteção da privacidade das pessoas (LGPD)? Porque o sigilo profissional é exigência fundamental da vida social que deve ser respeitado como…

Sigilo Prontuário do Paciente

Ação judicial de erro médico se ganha na perícia, não no grito.

Ação judicial de erro médico se ganha na perícia, não no grito. O advogado do paciente foi agressivo ao relatar o pretenso erro médico na ação judicial. A ênfase me chamou atenção, pois o colega queria ganhar o processo no grito. A experiência incrementa a leitura com muitos ingredientes. Você ganha filtro mental natural e…