O sigilo do dado pessoal sensível (LGPD) dá ênfase ao Prontuário do Paciente

O sigilo do dado pessoal sensível (LGPD) dá ênfase ao Prontuário do Paciente Publiquei o artigo “Notas Jurídicas sobre o Prontuário do Paciente” em agosto de 1998 em companhia do desembargador Adauto Suannes. Em maio de 2007 transformei aquele artigo em livro e em abril de 2008 fiz a sua segunda edição, que passou a…

Veja mais

Sem prontuário bem feito não há defesa que se sustente e médico e hospital poderão ser condenados. Não há milagre. Há conduta anotada.

Sem prontuário bem feito não há defesa que se sustente e médico e hospital poderão ser condenados. Não há milagre. Há conduta anotada. O paciente iria morrer de qualquer jeito. Ele tinha 60 anos, era etilista crônico, sofreu TCE, AVCI, teve broncopneumonia, derrame pleural, hemiparesia, não movimentava braços, pernas e nem falava. Vivia prostrado e…

Veja mais